A resposta aos desafios centrar-se-á na relação com clientes e potenciais clientes nas formas de abordagem e da própria prestação dos serviços jurídicos.  Neste aspeto, julgo que é pacífica a necessidade sentida pelos clientes ou potenciais clientes de transparência, seja na fixação dos honorários, seja na forma de prestação dos serviços.

Os vários desafios que a advocacia tem enfrentado têm tido várias estratégias de resposta. Estas podem prender-se com a definição das competências próprias da profissão, e que são exclusivas desta, como é o caso do elencar de atos próprios, com a forma de organizar o exercício da profissão, com a hipótese de permissão de ABS por exemplo ou de multidisciplinaridade, com a relação com os clientes, seja na forma de definição do valor dos honorários, com base num valor hora ou por projeto, seja nas formas de comunicação possíveis.

Na última década, de uma advocacia predominantemente local, passamos para um advocacia global, com fortíssima presença nos PALOP, em especial em Angola, mas também nos novos colossos, como a China. Acompanhando essa evolução, lançaremos um Advocatus Business Guide Angola.

O Advocatus Business Guide 2014 espelha, mais uma vez e de forma cristalina, a evolução da nossa advocacia.

Podemos selecionar três características desta evolução, a saber, a globalização, especialização e recrudescimento da importância dos Departamentos Jurídicos Internos.

Todas elas são refletidas neste guia.